Um homem foi preso na tarde desta terça-feira (22) após a Vigilância Sanitária e Polícia Militar encontrarem um abatedouro clandestino em Lauro Müller suspeito de vender carne de cavalo na região. O abatedouro foi localizado na região do Rio Queimado na localidade do Palermo.

Chegando no local denunciado a guarnição solicitou permissão para o proprietário para entrar na residência, o qual negou a entrada, afirmando que a “Polícia Militar e a Vigilância Sanitária, só entraria com mandado”.

Em dado momento a guarnição deslocou, juntamente com os representantes da Vigilância Sanitária, num terreno ao lado, sendo esta propriedade de uma empresa e foi visualizado carcaças de animais semelhante a de cavalo penduradas, também foi possível visualizar uma cabeça de cavalo nas proximidades, bem como outras carcaças juntamente com estruturas ósseas dos animais abatidos.

Diante dos fatos a guarnição deu voz de prisão para responsável do terreno e o conduziu para a delegacia de Criciúma para realizar os procedimentos cabíveis. A operação contou com a participação da Polícia Militar de Lauro Müller, Polícia Civil e Vigilância Sanitária do município.